Ski Erg – First season

Acabou ontem a minha primeira época completa de SkiErg. É um ergómetro de ski cross-country, uma espécie de remador na vertical, com 2 pegas independentes e que permite treinar ski de fundo.

Entrou cá em casa em Abril do ano passado quando tinha o joelho no estado mais crítico e me dediquei a procurar alternativas, já que sem correr, sem bike e com a natação limitada não conseguia manter os índices aeróbicos mínimos.

Tendo em conta o objetivo, pesquisei os desportos com maior carga aeróbica e, abaixo do remo e acima do ciclismo, lá estava o ski de fundo no pódium dos desportos de endurance.

Como o segundo filtro a aplicar era proteger o joelho, estava encontrado o alvo. Já tinha visto e experimentado uma máquina destas no Vertigo Rocódromo Lisboa e, mesmo com um nível técnico 0, recordo-me de ter levado uma sova e em menos de 5 minutos estar a arfar como se o mundo fosse acabar. Nice.

É um movimento de “fecho”, de empurrar os batons para a neve, que carrega sobretudo a cadeia anterior. A extensão de braços, apesar de não ser o core do movimento (a potência deve vir de um bom fecho dos grandes dorsais coordenado com um crunch abdominal) garante um bom boost e transporta bem para a natação.

A variação da cadência de execução e o nível de resistência do ar (cuja abertura é regulável) permitem treinar desde sprints de 100m a meias distâncias de 5K e longas de 10K para cima.

Pode ser aparafusado directamente na parede ou usar uma base de suporte que o torna móvel. Para além do barulho que faria acoplado à estrutura (vivo num apartamento) valorizo muito a flexibilidade de poder mudá-lo de sítio. E como não quis pagar quase 300€ que pediam pela base de suporte, dei uso a um dos presentes de Natal mais fixes de sempre (uma máquina de soldar) e construí o meu 🙂

Nas semanas seguintes comecei por aprender a técnica, há vários vídeos bons no youtube para além dos da Concept2 e em pouco tempo comecei a acumular 5Ks e 10Ks. Ao fim de um mês experimentei a primeira meia-maratona e assim que terminei soube que uns dias depois ia tentar a maratona. E lá a fiz, em 3h17m, com paragens para limpar o suor e meter isotónico. Em termos de endurance, nâo tenho grandes dúvidas que foram esses 2 meses de treino que me permitiram acabar o Ironman Frankfurt com um treino reduzidíssimo nas modalidades específicas, fruto da lesão. Já nos sprints a música é outra e, apesar de poder melhorar a explosão, o peso conta muito devido ao formato do equipamento (força vertical, gravidade não conta) e tenho mais dificuldade nos rankings.

Sim, rankings. Para além de ser possível associar o medidor de pulsação, o PM5 permite associar a uma aplicação no telemóvel (ErgData), enviar para os Stravas e Connects desta vida e registar os treinos e melhores tempos no Logbook online da Concept2. Aqui é possível comparar por país, sexo e idade e perceber em que percentil de performance estamos. O melhor desta vertente são para mim os Challenges ao longo de todo o ano, com duração e estrutura variável, e.g. Summer Solstice (21K), Dog Days of Summer (100K/4 semanas de agosto), Skeleton Crew (Halloween), Holiday (100K nas 4 semanas antes do Natal), Tour de SkiErg (eventos mistos durante várias semanas), Valentine’s (14K), Mud Season Madness (5K durante 25 dias) e April’s Fools (1K a aumentar todos os dias entre 1 e 15 de abril), etc.

Os dois últimos destes manteve-me a fazer 5K diários durante um mês sem falhar e tornou-se um hábito que é capaz de ter vindo para ficar. E foi assim que fui o único tuga nesta season que passou a entrar no Honor Board, com uma média de 1900m/dia. Ao todo, 685 Km de suor e bolhas nas mãos – estas trocam-se por calos ao fim de umas semanas. 

Uns dias antes do confinamento, e depois de muito namoro, meti cá em casa o partner in-crime perfeito: RowErg Model D também da Concept 2, excelente equipamento, até agora a cumprir todas as expectativas. O remo é exercício-rei aeróbico e que complementa bem o SkiErg (mas para a cadeia posterior). Está a ser uma excelente experiência, mas isso fica para outro post.

Se encontrarem um bicho destes no ginásio, não se acanhem… vão-se cansar antes dele!

Latest from

INSTAGRAM

The access token could not be decrypted. Your access token is currently invalid. Please re-authorize your Instagram account.